Diretrizes para autores

CONDIÇÕES PARA SUBMISSÃO

Ao submeter um trabalho para a revista, é fundamental que você leia, aceite e marque como realizadas cada condição para a submissão, abaixo listada, antes de enviar seu manuscrito. Se verificar que determinada condição não foi seguida, faça as devidas alterações e retome posteriormente o processo de submissão de seu texto. As Condições que constam no sistema da REVISTA M. são:

  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em “Comentários ao editor”.
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word (.doc ou .docx).
  • Em caso de submissão de ARTIGO, com avaliação pelos pares, as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cegaforam seguidas.
  • O texto está em espaço entre linhas 1,5; usa fonte Times New Roman 12; normal; com alinhamento justificado; tabulação de 2,0 cm no início dos parágrafos; e segue a quantidade mínima e máxima de páginas estabelecidas para cada seção, conforme orientam as Normas de Publicação.
  • As imagens (mapas, fotografias e ilustrações) que porventura sejam utilizadas serão enviadas separadamente, em arquivos individuais, no formato JPG, com resolução de 300 dpi.
  • O texto segue os padrões de citação e referência bibliográfica descritos em Normas de Publicação e as URLs das referências on-line foram informadas quando possível.

 

DIREITOS DE PUBLICAÇÃO E DIREITO AUTORAL

Ao enviar seus textos, os autores concordam em ceder os seus direitos de publicação para a Revista M. Uma vez submetido seu texto, os autores estão automaticamente concordando com as Normas de Publicação. Os direitos das imagens fornecidas pelos autores são de sua total responsabilidade, incluindo a obtenção de autorização escrita para veiculação das mesmas na Revista M.

 

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

 

ASPECTOS IMPORTANTES PARA A ELABORAÇÃO DO TEXTO A SER SUBMETIDO:

Estimado autor, ao construir seu texto para as seções “Artigos”, “Em Campo” e “Resenha”, verifique as orientações abaixo que elaboramos para lhe ajudar a tornar sua submissão mais valorizada e para evitar que seu arquivo seja devolvido para ajustes, antes mesmo de ser encaminhado aos pareceristas; correndo o risco de perder o prazo para entrar na fila de edição.

a) PARA ARTIGOS: Com exceção de casos de tradução de artigos em inglês ou francês, a contribuição deve ser original e inédita e não estar em processo de avaliação por outra publicação. O Conselho Editorial reserva-se o direito de investigar a ocorrência de casos de plágio, autoplágio ou de dupla submissão para artigos recebidos pela Revista M.. Atualmente, devido ao nível de especialização da produção científica e dos recursos tecnológicos disponíveis para checagem, especial atenção vem sendo dada a casos de autoplágio, quando o autor reproduz texto já abordado em outro artigo, por vezes, em sequência de parágrafos idênticos aos que aparecem em outros artigos já publicados. No caso de os originais conterem material já publicado anteriormente pelo autor, este deve fazer menção, indicando a referência completa do artigo anterior e explicitando que o artigo submetido traz contribuição inédita significativa ao tema proposto, apesar de retomar análise já desenvolvida antes. Tal alerta não exime o autor de evitar reproduções de várias passagens dos textos anteriores.

Para garantir a avaliação às cegas, a autoria e o vínculo institucional do autor do arquivo deve ser removida da primeira página do texto, assim como as menções em nota de rodapé que possam levar à identificação do autor ao longo do trabalho. Para remover a autoria do Word, o autor deve clicar no menu “arquivo”, em seguida, em “inspecionar documento” e remover as propriedades do documento e informações pessoais. No caso de ser necessário fazer referência ao vínculo entre o artigo submetido e artigos anteriores do autor, de acordo com o indicado acima, pedimos que tarje o fragmento de texto de AMARELO para que os editores possam excluir da versão a ser enviada aos avaliadores.

b) PARA EM CAMPO: É fundamental que o texto para esta seção seja estruturado como um relato de experiência de trabalho de campo, visando compartir com o leitor os aspectos metodológicos da atividade realizada. Para isso, sugerimos que o texto seja elaborado como uma espécie de etnografia da pesquisa realizada, demonstrada ao leitor de forma didática, atentando para: apresentar ao leitor o objetivo do relato; a preparação inicial para a experiência relatada; indicar o espaço da pesquisa ou experiência (se for uma dada região, indicar a sua localização e características do local/ambiente; pode-se inserir mapas e imagens; se for uma instituição, identifica-la, etc); identificar os objetivos da atividade realizada; relatar como foi o contato inicial com a experiência e os recursos buscados “in loco” para a concretização do trabalho; mostrar o desenvolvimento do trabalho e, se for o caso, inserir arquivos de áudio e/ou vídeo que devem ser explicados e comentados; explicar a metodologia utilizada e os recursos usados para tal; apresentar as dificuldades e surpresas vivenciadas durante o trabalho; demonstrar como foi o encerramento da atividade e identificar as conclusões do trabalho de campo. Ao longo do relato, é altamente recomendado que o tipo de prática relatada seja explicado conceitualmente e, eventualmente, teoricamente, com recurso a referências bibliográficas significativas para o desenvolvimento da análise desenvolvida, de modo que o relato não seja meramente descritivo, mas também – e principalmente – analítico.

c) PARA RESENHA: Espera-se que o texto não seja meramente descritivo ou restrito ao resumo dos capítulos do livro; mas contenha também uma análise crítica que aponte os aspectos mais significativos da obra para o campo de estudos o tema, apresentando as lacunas que a obra preenche, assim como as contribuições teóricas, conceituais e metodológicas. Deve-se apontar também para eventuais limites da análise, identificando as propostas que não tenham sido efetivadas, bem como as lacunas deixadas. Por fim, espera-se que o autor da resenha apresente os aspectos do trabalho que possam ser desenvolvidos em futuros estudos e o legado que a obra deixa para o desenvolvimento da temática em questão.

d) RESUMO: Recomenda-se que expresse na seguinte ordem, o objetivo principal do texto, a síntese dos argumentos centrais, o modo pelo qual a temática é abordada e, por fim, os resultados, a principal conclusão e/ou hipótese central que o artigo procura apresentar.

e) PALAVRAS-CHAVE: devem refletir conceitos ou categorias de análise centrais do texto apresentado e não termos secundários que, por si só, não remetam diretamente para os argumentos fundamentais da análise. Na medida do possível, devem estar vinculadas a conceitos, termos ou expressões vinculadas ao tema da Revista. Este cuidado facilita em muito a recuperação das pesquisas, assim como o processo de indexação e busca de estudos nas Bases de Dados de Artigos Científicos. Aspectos esses que possibilitam maior divulgação e acesso dos leitores ao seu texto.

f) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: Pedimos especial atenção para a padronização da forma de se fazer as Referências Bibliográficas que indicamos nas Normas de Publicação, pois isso agilizará em muito o processo de editoração do material a ser editado. Sem descuidar dos outros aspectos, atente especialmente, para os aspectos a seguir, que concentram os maiores erros nos textos que recebemos: o estilo da formatação da fonte em cada parte do título; para a ordem e tipo de pontuação em cada parte da Referência; para o local de indicação da paginação (seja no caso de intervalo de páginas de um artigo ou capítulo de livro, seja na indicação da paginação total de um livro ou uma tese, por exemplo); para o modo de citar as referências no corpo do texto e nas notas de rodapé.

g) CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE ARTIGOS: Ao examinar seu texto, o parecerista é orientado pelo Conselho Editorial a verificar vários aspectos do material recebido para avaliação. Alguns deles estão contidos nas orientações dadas acima e outros são listados abaixo, para lhe orientar no processo de elaboração de seu trabalho, com vistas a enriquecer sua análise:

  • O título deve expressar claramente conteúdo do artigo
  • As articulações teóricas e conceituais devem ser apresentadas de modo claro e coerente
  • Os argumentos apresentados ao longo do texto devem ser consistentes em relação às conclusões apresentadas
  • O artigo de pesquisa deve ser sustentado com uso satisfatório de fontes primárias, estudos de caso, trabalho de campo, formulários/relatórios de entrevista ou outros recursos essenciais que forneçam suporte à sua investigação, considerando e atendo-se às especificidades da área de conhecimento a qual o artigo se refere, não se limitando a usar apenas referências bibliográficas
  • O artigo de Revisão ou de análise teórico-conceitual deve conter densa e representativa bibliografia relativa ao tema, que seja satisfatoriamente apresentada e criticamente analisada, de forma a pôr em contraste os diferentes autores, métodos, conceitos e perspectivas teóricas pertinentes à temática proposta.
  • Deve haver menção e diálogo satisfatório com a bibliografia pertinente ao assunto abordado, tanto a estudos clássicos como às referências mais atualizadas, sob a forma de livros e de artigos em periódicos.
  • Valoriza-se a abordagem de temáticas inovadoras e que sejam relevantes para o campo de estudos.
  • A metodologia, organização e articulação das ideias no texto devem ser apropriadas ao escopo da Revista M., considerando as especificidades da área de conhecimento à qual o texto se relaciona
  • No caso de temáticas já tratadas, o artigo deve contribuir com enfoque, método ou técnicas inovadoras na sua abordagem ou, ainda, com a proposição de revisão conceitual ou teórica, que tragam novas perspectivas de análise para o campo de estudos.
  • Os gráficos, tabelas, figuras e imagens devem possuir legendas adequadas e qualidade para publicação e não devem ser meramente ilustrativos, sendo satisfatoriamente referenciados e analisados no corpo do texto.
  • O artigo necessita apresentar conclusões e as mesmas devem estar articuladas aos objetivos propostos e responder as perguntas formuladas.